A PRÁTICA DO PSICOPEDAGOGO INSTITUCIONAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIAEM ESTÁGIO VOLUNTÁRIO NA ESCOLA

Késia Brasil Pereira Nacif, Monica Pereira de Oliveira

Resumo


 O estágio voluntário institucional é um momento impar de aprendizagem para o Pós-graduando em Psicopedagogia, pois possibilita vivenciar o exercício da prática profissional associando aos conhecimentos teóricos. Este artigo tem como objetivo relatar as observações, as experiências, o aprendizado, o estudo de caso e as atividades desenvolvidas durante o estágio voluntário extracurricular realizado na escola Centro de Formação Vida Nova da Vila São José Bento Cottolengo, da cidade de Trindade, município do estado de Goiás. A Psicopedagogia como área do conhecimento, estuda e participa da aprendizagem humana. É uma práxis que trabalha as interfaces da aprendizagem compreendendo como o sujeito aprende. Sendo assim, o trabalho psicopedagógico assume vários vieses, tanto em nível de prevenção, clínico, terapêutico ou de treinamento. Assistir a população infanto- juvenil escolar foi muito importante do ponto de vista pessoal e profissional, pois oportunizou o desenvolvimento de atividades exclusivas do psicopedagogo institucional como triagem psicopedagógica, provas projetivas psicopedagógicas, provas operativas, provas pedagógicas, Entrevista Operativa Centrada na aprendizagem, estimulação em grupo por meio de oficinas, orientações à pais e professores. O estágio voluntário permite ao aluno fazer parte de uma equipe multiprofissional educacional, lidar diretamente com as dificuldades das crianças escolares e familiares. Assumir as funções de um psicopedagogo enquanto acadêmico viabiliza os primeiros contatos com o exercício profissional, reforçando a importância do trabalho interdisciplinar, conhecimento teórico atualizado responsabilidade e autonomia profissional para as práxis.


Palavras-chave


Psicopedagogia; Dificuldade de aprendizagem; Escola

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.